Cachorro ou gato babando demais

Publicado em 03 de outubro de 2017 por Mundo Animal


Tagged , , , ,

Cães de focinho curto, como Buldogue, Pug e Boxer, podem salivar mais por questões anatômicas, principalmente em dias quentes. Por isso deve-se oferecer sempre água a eles. Outros cuidados que o dono deve ter para evitar os problemas que provocam salivação excessiva é retirar produtos químicos de locais a que o pet tenha acesso para prevenir intoxicações, os gatos costumam ser atraídos por água sanitária, portanto, mantenha o produto sempre longe dele e vaciná-lo anualmente contra a raiva.

Causas da salivação excessiva nos animais

Apesar de ser uma característica comum em animais de raças braquicefálicas (de focinho curto), a salivação excessiva pode ser indício de intoxicação de produtos ou até mesmo raiva.  Se o animal tiver sido intoxicado ou estiver com raiva, além de salivar ele pode ficar apático e até mesmo apresentar sintomas neurológicos como convulsão.

Tratamento

Caso a salivação venha acompanhada dos sintomas citados acima, é indicado levar o pet o mais rápido possível ao veterinário. Se for intoxicação será necessário interná-lo para receber medicações e tratamento com soro. Já se o profissional suspeitar de raiva deve-se fazer exame de sangue urgentemente para comprovar a doença. Vale lembrar de manter sempre água fresca disponível ao animal, pois a salivação intensa pode ser sinal de sede.

Dicas

A raiva pode se manifestar como furiosa (quando o animal fica agressivo), muda (o pet se sente apático) ou intestinal.

Se desconfiar de raiva, não entre em contato com a baba, pois você pode ser infectado. Por isso, proteja o seu pet com a vacina.

Os gatos costumam espumar ao tomar remédio com gosto amargo. Ofereça água para amenizar a reação do bichano.

O pet pode babar demais se estiver com algum objeto preso nos dentes ou nas gengivas. Se precisar, leve-o ao veterinário para a retirada.


Posts Relacionados: