Como ajudar o cachorro engasgado

Publicado em 29 de abril de 2016 por Mundo Animal


Tagged , ,

Como identificar se o animal está engasgado

Além da agitação e o estresse que irá notar facilmente, outros fatores também indicam que ele está engasgado, como por exemplo:

– Se for algo preso na garganta, você irá notar que ele ficará tentando limpar a boca com a pata na tentativa sem sucesso de extrair;

– Se tiver obstruindo a passagem de ar pela traqueia ele irá apresentar dificuldade em respirar;

– Note se está com palidez e observe a cor da língua, que nestes casos costumam ficar meio azuladas.

– Em alguns casos o animal sofre algum desmaio;

O que fazer para dar os primeiros socorros

Ao notar que seu pet está engasgado de fato, você deverá encaminhá-lo imediatamente ao veterinário, porém se ele não estiver conseguindo respirar, você deverá amenizar o problema antes de encaminhá-lo.

A primeira coisa que deverá fazer é tentar acalmá-lo, se aproxime normalmente sem demonstrar pânico, fale com ele calmamente.

Abra a boca do animal com cuidado para não machucá-lo e tente visualizar o que o está engasgando. Se conseguir visualizar tente remover com muito cuidado para que não empurre mais para o fundo e se conseguir pegar, muito cuidado para não machucar a garganta dele.

Caso você não consiga visualizar e se for possível, segure-o pelas patas traseiras, vire-o de cabeça para baixo e chacoalhe, se ainda assim não sair, pequenos tapinhas nas costas poderá ajudar.

Caso o animal seja muito grande ou impossível de levantá-lo pelas patas, você poderá deitá-lo de lado no chão, coloque a mão atrás do tórax do animal e aperte para baixo. Empurrando para frente com firmeza. Repita o procedimento por várias vezes até que ele consiga expelir.

Expeliu o objeto, mas o animal não está respirando

Feche a boca do animal segurando firmemente, levante a cabeça do animal. Sopre as narinas e observe se o peito do animal se expande, deite-o novamente e pressione o peito delicadamente para que o ar saia. Repita este procedimento por 8 a 10 vezes no período de 1 minuto. Caso ele não volte a respirar sozinho, continue a fazer a respiração artificial.

Não há batimentos cardíacos o que fazer

Se o animal tiver até 10 kg. Deite o animal para o lado direito dele, ou seja, com o lado esquerdo dele para cima, onde você irá manipular.

Coloque sua mão sobre o coração dele e pressione firmemente e rapidamente, essa pressão deverá ser uma por segundo. Em caso de animais pequenos, faça isso usando apenas as pontas dos dedos. Repita esse procedimento por um minuto e observe se os batimentos voltaram.

Animais com mais de 10 kg o procedimento deverá ser com o animal de barriga para cima. Ajoelhe-se próximo a cabeça , feche as mãos sobre o peito, deixando cada palma em um lado do peito e comece a massagem cardíaca, como na orientação anterior.

No caso de uma parada cárdio respiratória, ou seja, ambos os procedimentos acima.
Faça uma sequencia de 6 massagens cardíacas para 1 respiratória, repita até o animal se estabilizar de preferência a caminho do veterinário.


Posts Relacionados: