Como tratar vermes em cães e gatos

Publicado em 02 de fevereiro de 2016 por Mundo Animal


Tagged , , , , ,
Texto: Redação | Foto: Reprodução

Mesmo os animais que possui toda a assistência necessária, está exposto a contrair algum tipo de verme, pois podem estar presentes no ar, na água ou nos alimentos.

O animal ainda na fase inicial da vida tem mais pré disposição a adquirir vermes, portanto a atenção deve ser maior.

Ao nascer o filhote pode adquirir através do parto, ou da amamentação, por isso a mãe deve ser vermifugada adequadamente conforme orientação do veterinário.

Muito importante ficar atento, pois além do seu animalzinho, esses vermes podem ser transmitidos aos humanos, especialmente crianças.

Como identificar

Esses parasitas, na maioria das vezes se alojam no intestino dos animais, onde encontram comida e ambiente apropriado para proliferação.

O maior problema é que muitas vezes não identificamos que o animal está com verme e se seu número for grande, deixará o animal debilitado e pode levá-lo a morte.

Alguns sinais visíveis de que o animal pode estar com verme

Coceira no bumbum Causa incomodo no animal e ele arrasta a parte traseira no chão para amenizar o desconforto.

Barriga enxada Esse aumento na região abdominal não significa que está engordando e sim que há uma infestação de vermes que se acumulam nessa região

Perda de peso Esses vermes se alimentam dos nutrientes ingeridos pelo animal, fazendo com que ele não receba a quantidade necessária e com isso perca peso.

Vômito O animal pode apresentar vômitos sem ter ingerido nada de diferente, ou que poderia ter lhe feito mal

Doença de pele Existem tipos de vermes que podem causar dermatites, a exemplo do Ancilostomídeos que causam bicho geográfico nos seres humanos.

Anemia Os vermes que se alimentam do sangue do animal, faz com que ele apresente um quadro anêmico pela perda do mesmo

Diarreia Muitas causas podem fazer com que o animal tenha diarreia, como má alimentação, ou até mesmo a ingestão de algum alimento inadequado em excesso, mas no caso de vermes a diarreia é constante e muitas vezes ajuda a identificar, pois encontramos ovos, ou pequenos vermes. É importante sempre observar as fezes e urina do seu cão ou gato, ali você pode descobrir que há algo de errado com ele, sempre que a coloração ou consistência estiver alterada.

Sonolência Diminui o ânimo para brincadeiras e atividades físicas

Perda de apetite Sempre que seu animal apresentar falta de apetite procure um veterinário, pois é sempre sinal de que algo está errado

Dores na região da barriga Percebe-se, ao apalpar a região, o animal vai demonstrar incomodo.

Precauções e tratamentos

Na maioria dos casos, se identificando o problema no inicio será facilmente resolvido com medicamentos indicados pelo veterinário, pois variam de animal para animal conforme sua idade, peso e tipo de verme.

A melhor coisa a se fazer é a prevenção, o animal deve ser vermifugado constantemente para evitar tal contaminação.

Desde filhote ele deve receber as dosagens adequadas de vermífugo e na fase adulta, receber dosagens de reforço, assim como a vacinação.

Caso a fêmea for colocada para cruzar, procure antes a orientação do veterinário quanto ao protocolo de vermifugação, para que seus filhotes nasçam com menor probabilidade de adquirir o verme no parto e, ou na amamentação.

Também poderá ser evitada limpando sempre o ambiente, removendo as fezes e higienizando o local, e desinfetando para que se houver ovos ou larvas estas sejam eliminadas.


Posts Relacionados: