Curiosidades sobre Gansos

Publicado em 22 de agosto de 2017 por Mundo Animal


Tagged , , , , ,

As penas, o pescoço comprido, a maneira elegante de nadar e a personalidade dos gansos vêm conquistando cada vez mais fãs. Geralmente, são pessoas que querem fugir dos pets convencionais, mas que amam animais acima de tudo. Sendo bichos extremamente inteligentes, são sociais, sabem onde procurar alimento, se localizar, defender o território e reconhecer o próprio grupo, não é difícil entender por que eles já fazem parte de muitas famílias.

A ave, da família dos anatídeos (a mesma dos cisnes), também não preocupa o tutor em relação ao tamanho que alcança: sua altura varia entre 74 cm e 84 cm, e o peso fica entre 4 kg e 6,5 kg. Algumas raças em cativeiro, são capazes de viver 50 anos.

Algumas pessoas têm medo de gansos por pensarem que são criaturas agressivas, mas, assim como a maioria dos animais domésticos, eles só apresentarão comportamento violento se forem criados de forma inadequada. Por isso, é essencial que o pet receba muito carinho e contato com humanos (incluindo crianças) e outros bichos.

Tipos

Existem mais de 40 raças de gansos no mundo, sendo que a maioria é selvagem e vive na Europa. No Brasil, os animais são liberados pelo IBAMA. As raças domésticas mais comuns por aqui são Toulouse, Embden, Africano e Chinês, que costumam viver muitos anos.

Ambiente

A primeira regra para os futuros donos da ave é: tenha um quintal. Isso porque os mascotes não controlam suas necessidades fisiológicas e acabam sujando qualquer lugar. Não adianta tentar ensiná-los.

Outra dica é: tenha área verde. Gansos gostam de pastar e a grama fará bem a eles e dará maior proteção do que o concreto, por exemplo, que pode causar feridas nas patas.

Agora, se quiser agradar um ganso, aí vai a última dica: tenha uma área com água. Um pequeno lago não é extremamente necessário, mas é o ideal, pois são animais que amam nadar e precisam se exercitar. Além disso, os donos devem oferecer abrigo para protegê-los da chuva, vento e sol. A palha limpa ou um tecido, como roupas velhas ou lençóis, viram ótimas camas.

Higiene

Os gansos exigem menos cuidados que cães e gatos, mas isso não significa descaso com o bem-estar do bicho. Geralmente os animais vêm vacinados dos criadores, mas, se desconfiar da procedência, leve o pet ao veterinário. Duas visitas médicas por ano são suficientes se o bicho não apresentar nenhum problema. Vale lembrar que as aves já nascem aptas a cuidar da própria higiene.

Alimentação

Existem rações próprias para gansos, balanceadas e específicas para cada fase da vida. Os pets que pastam ingerem mais fibras, o que favorece a digestão. Frutas e grãos, como milho, estão liberados, mas não são opções balanceadas se oferecidas sozinhas. Já a pipoca é proibida ao ganso.

 

 


Posts Relacionados: