Dúvida enviada por nossa leitora Tatiana Silva

Publicado em 27 de abril de 2016 por Mundo Animal


Tagged , , , ,

Pergunta enviada por nossa leitora Tatiana:

“Boa tarde !!! Gostaria de saber se diante deste laudo, há possibilidade de salvar meu Rottweiler????

DIAGNÓSTICO ULTRA-SONOGRÁFICO

Fígado com dimensões aumentadas e contornos irregulares. Ecotextura heterogênea, com parênquima grosseiro de aspecto nodular. Presença de pelo menos duas formações arredondadas, de contornos pouco definidos, heterogêneas, medindo aproximadamente 7,17 cm x 4,53 cm e 5,81 cm x 5,39 cm, com vascularização ao estudo Doppler, compatíveis com neoplasia hepática.
Vesícula biliar de dimensões normais, com conteúdo anecogênico habitual.
Alças intestinais parcialmente visualizadas, repletas por gás. Peristaltismo evolutivo dentro da normalidade. Presença de aderências do mesentério em tecido hepático.
Cavidade gástrica de paredes espessadas, medindo aproximadamente 1,00 cm de espessura, mucosas irregulares, repleta por gás. Peristaltismo aumentado. (Gastrite)
Área pancreática de aspecto sonográfico não individualizável.
Baço com dimensões mantidas, contornos ligeiramente irregulares e ecotextura mantida.
Rim esquerdo tópico, com morfologia habitual, contornos regulares e ecotextura mantida, com parênquima normoespesso. Dimensões normais, medindo
aproximadamente 6,59 cm. Relações córtico-medulares preservadas. Não há evidências de cálculos.
Rim direito não possível de ser visualizado.
Bexiga urinária distendida, em acentuada repleção líquida, com paredes preservadas. (Retenção Urinária)
Próstata de dimensões aumentadas, medindo aproximadamente 6,36 cm x 5,11 cm e com ecotextura rugosa. (Hiperplasia Prostática/Prostatite)
Acentuada quantidade de líquido livre, de alta celularidade, na cavidade abdominal, compatível com hemorragia.”

Resposta da Drª Renata Oliveira:

“Diante deste ultrassom o laudo sugere algumas alterações bem importantes como hemorragia, prostatite ou hiperplasia protática e neoplasia hepática.

Não sei com qual especialidade veterinária seu animal está sendo acompanhado mas acho que um bom oncologista faria diferença neste momento. Se possível um o oncologista cirurgião. E se o laudo estiver certo quanto a hemorragia, se inicia uma corrida contra o tempo para tentar conter o sangramento.

Lembrando que há casos onde a clínica do animal não permite qualquer procedimento invasivo. Nem todos os casos podemos intervir com quimioterapia e/ou cirurgia.
Boa sorte com seu pet!!”

Posts Relacionados: