Entenda o que é a Leucemia em gatos e saiba como prevenir

Publicado em 27 de abril de 2016 por Mundo Animal


Tagged , , , , , , ,
gato-com-felv
Texto: Redação | Foto: Pixabay

Entre diversas doenças que o gato pode ter, as mais perigosas e preocupantes são a FIV (AIDS felina) e a FELV (Leucemia felina). Ambas as doenças atacam diretamente o sistema imunológico do animal facilitando a infecção por diversas outras doenças até levá-lo à morte.

Como diagnosticar a FeLV?

Não há um sintoma predominante da FeLV, porém pode ser percebida quando o gato começa a ter perda de peso sem motivo, adquire resfriado facilmente, e apresenta um quadro anêmico. Nota-se também que, mesmo tratando adequadamente eles nunca ficam curados.

Se o animal apresentar qualquer um destes sintomas deverá levá-lo ao médico veterinário para que seja feito exames de sangue específicos, em geral são feitos exames para detectar a FeLV e FIV. Muitas vezes estão associados e causam a doença simultaneamente.

Existem casos em que os animais podem ser positivos e jamais apresentam a doença, porém poderão transmitir a outros gatos.

Como evitar que o gato contraia FeLV?

A forma mais comum de se transmitir a doença é através do cruzamento, mas existem outras formas de se contaminar que seria através de arranhões, mordidas, saliva, fezes e urina de um animal contaminado.

A doença é bem mais comum em locais onde vivem vários gatos.

A melhor maneira de prevenir é através da vacinação. Esta deve ser feita em três doses com reforços anualmente.

Como tratar a Leucemia felina?

Essa doença não tem cura, mas existe tratamento para controlar e amenizar os sintomas.

Caso seu gato seja diagnosticado com uma dessas doenças, o ideal é que seja o único gato da casa, isole o animal ou deixe-o somente em companhia de outros gatos com a mesma doença. Nunca deixe em contato com outros gatos saudáveis


Posts Relacionados:

Comentários