O que é coprofagia

Publicado em 27 de novembro de 2014 por Mundo Animal


Tagged , , , ,
cachorro-comendo-coco
Texto Redação | Fotos Reprodução

Se seu cão come as próprias fezes, não se assunte: para ele, isso é normal. A coprofagia é o ato de comer coco e pode ser causada por vários motivos, entre eles problemas comportamentais ou metabólicos.

Causas da coprofagia

O primeiro passo é identificar o motivo pelo qual seucão está comendo coco. Abaixo, você conhece as principais situações que podem influenciar no surgimento da coprofagia em cães:

Fome: Os cães não encaram as fezes como algo repulsivo! Eles podem comê-las por estarem com fome.

Deficiência nutricional: o cão pode comer as fezes de gato, por exemplo, para satisfazer as necessidades nutricionais. Por isso, é necessário levar o seu pet com regularidade ao médico veterinário para que ele sempre tenha controle da alimentação do seu peludo.

Vermes: pode levar o cão a desencadear a coprofagia.

Comportamental: estresse, ansiedade e vontade de chamar a atenção do dono são as causas mais comuns para que seu cão coma fezes.

Vale ressaltar que é necessário levar o pet ao médico veterinário para que ele analise a atitude.

Como evitar a coprofagia

Visite o médico veterinário com frequência para que ele dê uma dieta balanceada para seu peludo. Alimentar o seu animalzinho em excesso ou falta de nutrientes pode desencadear sérios problemas.

Vermifugue o peludo de acordo com a orientação do veterinário. Além da coprofagia, os vermes podem também encadear outras doenças no pet. Fique atento!

Sempre que tiver em casa, dê a máxima atenção ao seu bichinho, já que problemas comportamentais também são fatores que podem contribuir para o surgimento da coprofagia. Vale ressaltar que quando você está ensinando o filhote a fazer xixi no lugar adequado, é comum brigarmos com ele, caso ele faça as necessidades no ambiente inapropriado. Nesse caso, essa ‘briga em excesso’ pode fazer com que o bichinho coma o coco para tirá-lo do caminho, evitando assim, briga entre vocês. Por isso, tenha cuidado ao educá-lo para que esse ensinamento não se torne outro problema.


Posts Relacionados:

Comentários