Porquinho da índia: Como cuidar?

Publicado em 03 de maio de 2017 por Mundo Animal


Tagged , , , , , , ,
Texto: Redação | Foto: Pixabay

Porquinhos da índia são pequenos roedores que necessitam de bastante espaço e atenção. Acostumado viver em bando, não se adapta muito bem vivendo sozinho, ou seja, se deseja adotar um porquinho da índia, o melhor a fazer é adotar logo dois, uma vez que eles não exigem muita atenção. Nossa dica é para evitar uma população muito grande, procure adotar ambos do mesmo sexo, ou garanta que pelo menos um esteja castrado.

Ambiente

Para dois animais, o ideal é que a gaiola tenha no mínimo 0,9 m² , quanto maior melhor, sua paredes deverão ter de 30 a 35 cm, assim não será necessário ter tampa.

Providencie um lugar onde ele possa se esconder e dormir, eles preferem lugares escondidos para se sentir mais seguro.

Se optar por gaiolas com mais que um andar, atenção pela altura de cada andar, o ideal é que não passe de 15cm, uma queda de uma altura superior a essa, poderá causar ferimentos nas patas, o mesmo serve para o fundo da gaiola, a mesma deverá ser sólida, nunca coloque sobre arames ou espaçamentos onde sua pequena pata poderá se enroscar. O ideal é colocar no fundo da gaiola  é tecido Soft com toalhas ou tapete absorvente por baixo.

A localização da gaiola também é importante, procure coloca-la em um local onde há fluxo de pessoas, sempre em ambiente interno, pois são muito sensíveis à temperatura. Nunca coloque na garagem, o gás emitido pelos carros são muito prejudiciais a saúde do animal. Procure coloca-la em um móvel que não seja menor que a gaiola para não correr o risco de tombar.

Alimentação

Mantenha o bebedouro sempre limpo e com água fresca, todo animal precisa de muita água. Os melhores bebedouros são aqueles que ficam suspensos e com um bico dosador, apropriados para o porquinho da índia. Não indicamos os bebedouros de chão, pois eles costumam fazer suas necessidades dentro deles.

Para limpar o reservatório, é indicado o uso de um cotonete para limpar o bico, para limpar o reservatório coloque um pouco de arroz cru e um pouco de água, tampe o bico com o dedo e chacoalhe bastante, feito isso enxágue-o bem e está pronto.

Nunca adicione nenhum produto nem tampouco pastilhas de vitamina á água do animal, isso poderá fazer com que ele pare de beber água.

Sempre que for deixar a gaiola exposta ao sol, cubra o recipiente de água com um pano para evitar a proliferação de algas.

Nunca deixe faltar na gaiola o feno de rabo-de-gato ou de dáctila para os porquinhos com mais de seis meses, aos filhotes o ideal é o feno de alfafa que só deve ser oferecido aos filhotes com menos de seis meses de vida as fêmeas gestantes ou em período de lactação. O porquinho da índia é um animal precisa pastar, sem algo para isso poderá apresentar problemas no sistema digestivo. A falta do feno pode causar o desalinhamento dos dentes e a falência do sistema digestivo.

Deverá também oferecer frutas e vegetais frescos com hortaliças, mas em pequena quantidade, algo em torno de 20% da alimentação total diária.

Os mais indicados são: cenoura, aipo, pepino, brócolis, espinafre, couve, milho sempre crus e bem lavados. Não ofereça a eles alface americana, rúcula, qualquer hortaliça de folhas vermelhas, couve-flor, folhas de beterraba, batatas e rabanete

Não sirva ao porquinho da índia rações que não seja apropriada, como as rações para coelhos, é aconselhável a indicação do médico veterinário, pois em muitos casos não há necessidade de oferecer rações, apenas uma alimentação bem balanceada de feno, frutas, capim orgânicos e vegetais frescos já serão suficiente, nunca ofereça qualquer outro tipo de alimento à eles.

Os porquinhos da índia tendem a ter deficiência de vitamina C, portanto é importante que seja administrada 2 gotas de vitamina C por dia, direto na boca, nunca na água ou alimentos, porque a vitamina C evapora na claridade.

prea

Teodoro

Brincadeiras

Deixe sempre brinquedos e acessórios na gaiola para ele, você poderá usar canos de PVC para fazer tuneis, caixas de papelão para casinhas, o importante é que ele sempre tenha onde se exercitar. É importante também que ele fique um pouco solto pela casa, sob sua total atenção para evitar acidentes. Se possível, faça um cercado para que ele fique mais protegido e garanta que ele não vá escapar opor alguma fresta no cercado.

Interaja sempre com ele, pegue-o no colo, fale com ele, acaricie-o, é essencial que você reserve um tempo no seu dia para se dedicar a ele. Os porquinhos da índia são muito espertos, e podem aprender alguns truques como saltos, rodopios e ficar em pé.

Alguns animais apresentam sintomas de depressão por estarem sós, tanto que em alguns países é proibida a venda de um único animal, são vendidos apenas em pares.

Não coloque rodas de exercícios que são apropriadas para os hamsters, o porquinho da índia poderá se machucar gravemente.

Higiene

Sua gaiola deverá ser limpa ao menos 2 vezes por semana, limpe bem os comedouros e bebedouros, retire todos os restos de comida e excrementos, limpe as grades da gaiola sempre utilizando um pano limpo e úmido, poderá usar também um anti-bactericida apropriado para porquinhos da índia. Deixe a gaiola no sol para que seque bem, forre novamente a gaiola usando forros limpos, nunca use serragens ou lascas de madeira.

Suas unhas deverão ser aparadas frequentemente, use alicate apropriado, e certifique-se de que não irá cortar nenhuma veia do animal, em casos das unhas pretas o ideal é iluminá-las por baixo para ter certeza de que não irá cortar o dedo do animal. Se não se sentir seguro, o melhor a fazer é leva-lo ao veterinário, ele poderá orientá-lo como fazer.

Quanto ao banho, deverão ser bem raros para não causar distúrbios, ou seja, pouquíssimas vezes no ano, somente se muito necessário.

Nos machos é importante que observe a região genitália, caso haja uma secreção, limpe com cotonetes, limpe toda a região com algodão para retirar quaisquer sujeira que fique presa no animal.

Fique sempre atento a ele, observe seu peso, seus olhos, pele e comportamento, qualquer anormalidade procure imediatamente um médico veterinário especializado em animais silvestres.


Posts Relacionados: