Raças de cachorros para crianças

Publicado em 08 de outubro de 2014 por Mundo Animal


Tagged , , , ,
Texto Redação | Fotos FreeImages

Ter um animal de estimação traz inúmeros benefícios à saúde! Alegrar a casa com umcachorrinho deixará a criançada muito mais tranquila, além de oferecer à elas bem-estar. Mas, com tantas raças disponíveis, qual é a mais indicada para conviver com seus filhos? Conversamos com o especialista em adestramento e comportamento animal, Alexandre Rossi, o Dr Pet, para dar dicas de como escolher as melhores raças de cachorros para crianças! Confira!

Benefícios dos cachorros à saúde

“Uma casa com recém-nascido pode receber um cachorro tranquilamente, basta que os moradores saibam educá-lo! Existem diversas pesquisas que mostram que as crianças que crescem com animais de estimação têm menos problemas de saúde em relação às que não convivem, como por exemplo, redução de problemas respiratórios e alergias. E há também muitos benefícios psicológicos”, sugere Alexandre.

cachorro-criancasRaça de cachorro para crianças

“Cada cachorro tem a sua própria personalidade! Nem sempre o filhote escolhido se comporta como o padrão daquela raça. O cachorro é muito parecido com as crianças, pois cada uma tem um temperamento específico. Geralmente, os filhotes de cães de companhia, como por exemplo, golden retriever, shih tzu e poodle médio são recomendados para crianças, pois costumam ser dóceis. Mas isso não significa que um rottweiler, por exemplo, não possa ser escolhido. Depende muito da linhagem do bichinho, além da criação que ele terá”, indica o especialista.

Como saber a personalidade do cachorro

“Há testes que conseguem avaliar o comportamento de um cachorro, como por exemplo, imobilizá-lo e ver como ele tenta se soltar. Se ficar muito assustado, esse filhote pode não ser bom para crianças, assim como aquele que fica quietinho, é sinal que é corajoso demais. Então, tem que ser o meio-termo.

Simule situações rotineiras. Passe correndo próximo ao cachorro, faça carinhos, brinque, faça massagens e veja se ele fica irritado quando você puxa, com cuidado, os pelos. Você também pode consultar um especialista para avaliar a personalidade do cãozinho.

Você também poderá ensinar a criança a adestrá-lo, dessa forma, permitirá que o cão e a criança se conheçam mais e melhor. “As minhas dicas são: ensiná-los a dar petiscos quando o cãozinho fizer algo de positivo, repreendê-los quando faz algo de errado e claro, jogar bolas e bichinhos e recompensar quando trazê-los de volta”, indica Alexandre.


Posts Relacionados:

Comentários