Silky Terrier Australiano

Publicado em 12 de julho de 2017 por Mundo Animal


Tagged , , , , ,
Texto: Redação | Foto: Wikimedia Commons

Origem da raça Silky Terrier Australiano

O Silky Terrier Australiano nasceu do cruzamento do Yorkshire com o Autralian Terrier, na expectativa de criar uma raça mais doce, e elegante se comparando com o Autralian Terrier, e que prevalecesse o instinto de caçador que é típico da raça. A raça foi reconhecida em 1907, mas somente em 1936 foram definidos padrões para prevenir o cruzamento dos Yorkies com os Australian Terrier e evitar modificações na raça, no inicio a raça era chamada de Sydney Silky Terrier e foi modificado para Australian Silky Terrier em 1955.

Comportamento da raça Silky Terrier Australiano

Afetuoso, dócil e muito fiel, ele adora agradar seus tutores e brincar com crianças, muito ativo, tem energia para suportar horas de brincadeiras. Se adapta muito bem em apartamentos e ambientes internos, desde que o leve para se exercitar com uma certa frequência. Seu tutor deverá educa-lo com bastante disciplina e sempre tentar socializa-lo, pois se trata de um cão muito tímido.O Silky Terrier Australiano não é uma raça agressiva, porém tendem a manter distância de estranhos.

Cuidados com a raça Silky Terrier Australiano

Seus pelos deverão ser escovados ao menos duas vezes por semana, na época da troca, essa frequência deverá ser maior. Tosar seus pelos é importante sempre que estiver calor.

Saúde da raça Silky Terrier Australiano

Nenhuma doença específica da raça, porém convém ter cuidados com doenças típicas de raças pequenas como hipoglicemia, luxação de rótula, cálculos renais, diabetes e epilepsia.

Ficha da raça Silky Terrier Australiano

 Silky Terrier Australiano

Padrão Oficial da Raça

Nome original: Australian Silky Terrier
Classificação F.C.I: Nº 236– Grupo 3 – Terriers
Fédération Cynologique Internationale
Confederação Brasileira de Cinofilia

Lembre-se: Os animais são uma vida, não são brinquedos e nem tampouco enfeites. Ame-os e respeite-os. Pense muito antes de adotar um pet, eles precisam de muita atenção e carinho.”


Posts Relacionados: